Acordo pode garantir direito e 5 anos de retroatividade de Periculosidade