Sindicatos dão "bomba" na mesa em proposta monstruosa de cortar direitos sociais